segunda-feira, 12 de setembro de 2011


E eu me peguei aqui, tão insegura e tão desarmada no meio da noite sem nem ao menos saber o que te dizer, e eu me peguei aqui, sem as minhas barreiras que construí com tanto esforço depois daquela dor de um grande amor. E eu te senti em mim, seu perfume que me deixou tão fissurada que fazia parecer que você estava aqui, do lado.
Você derrubou todas aquelas muralhas que estavam em volta de mim com apenas um sorriso, o seu sorriso, aquele que me deixa boba a partir do momento que aparece. E no meio dos teus braços e de teus abraços me senti segura como há muito tempo já não me sentia mais. E no meio dos teus beijos e de teus chamegos me senti feliz, senti meu rosto se abrir em um sorriso que parecia vir da alma.
E eu me senti assim, tão encantada, tão perturbada, tão desprotegida, mas ao mesmo tempo tão sua que nada mais importava, além do agora, nada mais importava além do eu e você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário