sexta-feira, 3 de dezembro de 2010



Eu não te amo por todas as vezes que você disse que estava tudo bem, eu te amo pela simples calma que você me passa quando estou contigo. Eu não te amo por todas as vezes que nós rimos juntos, eu te amo por você saber me fazer sorrir como ninguém e pelo jeito que eu derreto ao ver o seu sorriso, te amo pelo simples fato de saber que podemos ser feliz.
Eu não te amo por todas as vezes que você me ouviu chorar, mas sim por todas as vezes que você me abraçou e mostrou que pode ser meu único ponto de paz. Na verdade eu te amo pelo arrepio que você causa em mim, pelo seu perfume que parece me fazer fixa em você. Te amo por todas as palavras e pelo jeito como você parece me entender como nenhuma outra pessoa.
Eu não te amo por todas as vezes que nossas conversas foram longas e sim por todas as vezes que um simples olhar disse tudo. Eu te amo por todas as noites em que fiquei acordada apenas relembrando o seu beijo e o seu toque e por todas as vezes que de alguma maneira o meu mundo era aquele em que apenas você fazia parte. Eu não te amo por todas as duvidas que você já colocou a minha frente e sim pela única certeza de que é realmente você quem eu quero e que você é a única pessoa que eu preciso.
Na verdade eu não preciso de motivos para te amar, eu só preciso saber que é verdadeiro e intenso. Eu só preciso saber que é real. Eu só preciso saber que, eu te amo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário