quarta-feira, 3 de novembro de 2010


Sempre esperei por um príncipe encantado, alguém que me levaria daqui para um castelo só nosso e que tornaria todos os meus sonhos realidade. Sonhava com um mundo melhor em que viveríamos apenas nós e o nosso amor, aonde a nossa felicidade transbordasse e os nossos olhares e sorrisos seriam sempre acompanhados de uma promessa verdadeira de amor.
Depois de alguns corações partidos e amores eternos que acabavam em menos de uma semana, percebi que príncipes simplesmente não existem e que a nossa felicidade somos nós que construímos.
Não posso negar que por algum tempo ainda fui atrás dessa vida de fantasias, esperando por príncipes em seus lindos cavalos brancos, mas sempre que a realidade me puxava de volta, eu voltava a procura pela minha felicidade em meu mundo real, com pessoas de verdades e sentimentos de verdade.
Percebi que desde pequenas somos instruídas a esperar por alguém para podermos ser feliz. Que nos fazem acreditar que não conseguimos ser felizes sozinhas e que apenas um príncipe pode completar as nossas vidas. E me dei conta de que a realidade esta muito longe disso.
Não precisamos amar a outros para podermos encontrar a felicidade. Precisamos nos amar, acima de tudo e todos e quando conseguirmos encontra esse amor, o amor-próprio, poderemos finalmente encontrar a nossa felicidade e amar de verdade alguém ou não.
Mas temos antes que nos dar conta de que a única pessoa que precisamos é de nós mesmos e mais ninguém. Pois somos únicos, somo completos, somo especiais e precisamos apenas de um empurrãozinho para saber disso.
E quem escreve os felizes para sempre somos nós. Podemos ser princesas e não precisamos de nenhum príncipe pra isso. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário