terça-feira, 16 de novembro de 2010




Ela estava deitada, olhando o céu e respirando com calma. Sentia o vento frio da noite a envolver e o barulho das pessoas parecia longe. Seus cabelos escuros a contornava de maneira suave e seu vestido rendado balançava de maneira leve com cada brisa que ali passava. Seus olhos cor de mel pareciam fixos e sua boca pequena e rosada continuava imóvel. A música continuava a tocar em seus fones de ouvidos e era a única coisa em que ainda prestava atenção.
Observava o céu, olhando o brilho intenso da lua e todas as estrelas a sua volta. Sentia-se de alguma maneira calma ao fazer isso, percebia quão linda a lua era e como havia perdido tal espetáculo tantas vezes.
Algumas vezes fechava os olhos desejando que as estrelas realizassem seus pedidos e sorria por sentir-se boba ao acreditar em desejos embaixo de noites enluaradas.
Adormeceu. Um sono calmo e profundo e sonhou de maneira doce com um mundo melhor e com a beleza que por tanto tempo presenciou. A música continuava a tocar e embalava seu sono de maneira suave.
Era apenas mais uma garota, cheia de sonhos, cheia de expectativas, ao qual a noite acolheu e as estrelas atenderam. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário