domingo, 28 de março de 2010

Se o medo e a cobrança, tiram minha esperança,
Tento me lembra, de tudo que vivi,
E o que tem por dentro, ninguém pode rouba.

Descanso agora, pois os dias ruins, todo mundo tem,
Já jurei pra mim, não desanima.
E não ter mais pressa, pois sei que o mundo vai gira,
O mundo vai gira, eu espero a minha vez.

O suor e o cansaço, fazem parte dos meus passos,
O que nunca esqueci, é de onde vim,
E o que tem por dentro, ninguém pode rouba.

Descanso agora, pois os dias ruins, todo mundo tem,
Já jurei pra mim, não desanimar.
E não ter mais pressa, eu sei que o mundo vai gira,
O mundo vai gira, e eu espero a minha vez.

E eu não to aqui pra dizer o que é certo e errado,
Ninguém tá aqui pra viver em vão.
Então é bom valer a pena,
Então é pra valer a pena, ou melhor não.

Os dias ruins todo mundo tem,
Já jurei pra mim, não desanimar
E não ter mais pressa, pois sei que o mundo vai girar,
O mundo vai girar, e eu espero a minha vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário