sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

acontece (:





M – Aonde você vai?
H – Vou sair um pouco.
M – Vai de carro?
H – Sim.
M – Tem gasolina?
H – Sim… coloquei.
– Vai demorar?
H – Não… coisa de uma hora.
M – Vai a algum lugar específico?
H – Não… Só rodar por aí.
M- Não prefere ir a pé?
H – Não… vou de carro.
M – Traz um sorvete pra mim!
H – Trago… Que sabor?
M – Manga.
H – Ok… Na volta eu passo e compro.
– Na volta?
H – Sim… senão derrete.
M – Passa lá, compra e deixa aqui.
H – Não… Melhor não! Na volta.. é rápido!
M – Ahhhhh!
H – Quando eu voltar eu tomo com você!
M – Mas você não gosta de manga!
H – Eu compro outro… de outro sabor.
M – Aí fica caro…. Traz de cupuaçu!
H – Eu não gosto também.
M – Traz de chocolate… Nós dois gostamos.
H – Ok! Beijo… volto logo…
M – Ei!
H – O que?
M – Chocolate não… Flocos…
H – Não gosto de flocos!
M – Então traz de manga prá mim e o que quiser prá você.
H – Foi o que sugeri desde o começo!
M – Você está sendo irônico?
H – Não… tô não! Vou indo.
M – Vem aqui me dar um beijo de despedida!
H – Querida! Eu volto logo…. depois.
M – Depois não…. quero agora!
H – Ta bom! (Beijo)
M – Vai com o seu ou com o meu carro?
H – Com o meu.
M – Vai com o meu… Tem CD player… O seu não!
H – Não vou ouvir música… Vou espairecer.. .
M – Tá precisando?
H – Não sei… Vou ver quando sair!
M – Demora não!
H – É rápido… (Abre a porta de casa.)
M – Ei!
H – Que foi agora?
M – Nossa! Que grosso! Vai embora!
H – Calma… Estou tentando sair e não consigo!
M – Porque quer ir sozinho? Vai encontrar alguém?
H – O que quer dizer?
M – Nada… Nada não!
H – Vem cá… Acha que estou te traindo?
M – Não… Claro que não… Mas sabe como é?
H – Como é o quê?
M – Homens!
H – Generalizando ou falando de mim?
M – Generalizando.
H – Então não é meu caso… Sabe que eu não faria isso! 
M – Ta bom… Então vai.
H – Vou.
M – Ei!
H – Que foi cacete?
M – Leva o celular, estúpido!
H – Prá quê? Prá você ficar me ligando?
M – Não… Caso aconteça algo, estará com celular.
H – Não… Pode deixar…
M – Olha… Desculpa pela desconfiança. .. Estou com saudade… só isso!
H – Ok meu amor… Desculpe-me se fui grosso. Ta. Eu te amo!
M – Eu também!
M – Posso futricar no seu celular?
H – Prá quê?
M – Sei lá! Joguinho!
H – Você quer meu celular prá jogar?
M – É.
H – Tem certeza?
M – Sim.
H – Liga o computador.. . Lá tem um monte de joguinhos!
M – Não sei mexer naquela lata velha!
H – Lata velha? Comprei pra a gente mês passado!
M – Ta. Ok… Então leva o celular senão eu vou futricar…
H – Pode mexer então… Não tem nada lá mesmo…
M – É?
H – É.
M – Então onde está?
H – O quê?
M – O que deveria estar no celular mas não está…
H – Como!?
M – Nada! Esquece!
H – Ta nervosa?
M – Não… Tô não…
H – Então vou!
M – Ei!
H – Que ééééééé?
M – Não quero mais sorvete não!
H – Ah é?
M – É!
H – Então eu também não vou sair mais não!
M – Ah é?
H – É.
M – Oba! Vai ficar comigo?
H – Não vou não… Cansei… Vou dormir!
M – Prefere dormir do que ficar comigo?
H – Não…. vou dormir, só isso!
M – Está nervoso?
H – Claro porra!!!
M – Por que você não vai dar uma volta para espairecer?



Luis Fernando Veríssimo



 Não se iluda com a meiguisse de uma pessoa, lembre-se que o diabo já foi um anjo !


Eu não te amo por todas as vezes que você disse que estava tudo bem, eu te amo pela simples calma que você me passa quando estou contigo. Eu não te amo por todas as vezes que nós rimos juntos, eu te amo por você saber me fazer sorrir como ninguém e pelo jeito que eu derreto ao ver o seu sorriso, te amo pelo simples fato de saber que podemos ser feliz.
Eu não te amo por todas as vezes que você me ouviu chorar, mas sim por todas as vezes que você me abraçou e mostrou que pode ser meu único ponto de paz. Na verdade eu te amo pelo arrepio que você causa em mim, pelo seu perfume que parece me fazer fixa em você. Te amo por todas as palavras e pelo jeito como você parece me entender como nenhuma outra pessoa.
Eu não te amo por todas as vezes que nossas conversas foram longas e sim por todas as vezes que um simples olhar disse tudo. Eu te amo por todas as noites em que fiquei acordada apenas relembrando o seu beijo e o seu toque e por todas as vezes que de alguma maneira o meu mundo era aquele em que apenas você fazia parte. Eu não te amo por todas as duvidas que você já colocou a minha frente e sim pela única certeza de que é realmente você quem eu quero e que você é a única pessoa que eu preciso.
Na verdade eu não preciso de motivos para te amar, eu só preciso saber que é verdadeiro e intenso. Eu só preciso saber que é real. Eu só preciso saber que, eu te amo.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010


Você já amou alguém a ponto de mal conseguir respirar quando sente a pessoa perto? Você já amou alguém a ponto de sentir aquele amor te consumir de maneira tão devastadora e profunda que você simplesmente não consegue se libertar? Você já sentiu seu coração despedaçar enquanto falava com ele (a) sobre outro amor?
Você algum dia já sentiu que não poderia mais agüentar? Ou sentiu que o nome dele (a) estava tão presente em suas frases e falas que nem você mais conseguia suportar?

Você já amou tão profundamente a ponto de sentir que o seu mundo inteiro depende apenas do sorriso dele (a)?

terça-feira, 16 de novembro de 2010



Algumas pessoas entram em nossas vidas de maneira tão intensa que nem ao menos nos vemos mais sem elas. Tornam-se parte de nós, da nossa realidade e de nossos sonhos. Conquistam nossa confiança, nos escutam chorar por um amor não correspondido por horas e riem conosco quando recebem uma ligação esperada ou apenas comentam coisas bobas.
Tornam-se únicos. Essas pessoas são os nossos portos-seguros, aquelas em quem nos apoiamos quando o nosso mundo parece desabar aquelas que nos abraçam e dizem que vai ficar tudo bem. São pessoas que riem e choram com você, que você tem como irmão, como aquela pessoa que você se recusa a perder. Pessoas que conquistam a sua amizade, a sua confiança e o seu carinho.
Costumamos chamá-los de amigos, eu prefiro chamar de anjos. Pois a única missão deles é nos proteger, fazer com que nossas vidas tenham um brilho a mais e que cada sorriso possa fazer valer a pena.

Afinal, amigos são anjos sem asas *-*


definições do amor, por idade




Ela estava deitada, olhando o céu e respirando com calma. Sentia o vento frio da noite a envolver e o barulho das pessoas parecia longe. Seus cabelos escuros a contornava de maneira suave e seu vestido rendado balançava de maneira leve com cada brisa que ali passava. Seus olhos cor de mel pareciam fixos e sua boca pequena e rosada continuava imóvel. A música continuava a tocar em seus fones de ouvidos e era a única coisa em que ainda prestava atenção.
Observava o céu, olhando o brilho intenso da lua e todas as estrelas a sua volta. Sentia-se de alguma maneira calma ao fazer isso, percebia quão linda a lua era e como havia perdido tal espetáculo tantas vezes.
Algumas vezes fechava os olhos desejando que as estrelas realizassem seus pedidos e sorria por sentir-se boba ao acreditar em desejos embaixo de noites enluaradas.
Adormeceu. Um sono calmo e profundo e sonhou de maneira doce com um mundo melhor e com a beleza que por tanto tempo presenciou. A música continuava a tocar e embalava seu sono de maneira suave.
Era apenas mais uma garota, cheia de sonhos, cheia de expectativas, ao qual a noite acolheu e as estrelas atenderam. 



Quando eu era criança, sempre tentei entender o porquê você tinha feito aquilo comigo, afinal, eu era de fato apenas uma criança, nunca havia lhe causado nenhum mal. Nunca ao menos tive uma chance para que pudesse me conhecer, você nunca me deu uma.
Fiquei anos e mais anos querendo saber o que eu fiz para você me deixar, e porque você tinha negado o seu amor para mim, justo eu que tanto precisava dele. Cresci tendo que explicar aos meus colegas porque não era você que ia as minhas reuniões ou brincadeiras do seu dia. E como de praxe, nunca tinha palavras para explicar o porquê de tudo isso.
Quando eu finalmente resolvi não mexer, mas nessa historia e esquecer tudo de vez, você simplesmente reapareceu na minha vida tentando fazer as coisas darem certo, se empenhando, ou ao menos fingindo bem que fazia isso, para que de alguma forma tudo voltasse ao que seria normal. Não vou dizer que de alguma forma isso nos reaproximou um pouco, mas seria hipócrita da minha parte dizer que funcionou totalmente.
Toda vez que venho ao seu encontro, toda vez que vejo o mundo que o cerca a única coisa que vem a minha cabeça é o porquê você não conseguia fazer o mesmo que faz com eles, por mim. O que eu tinha de tão errado?
Acho que por isso eu não consigo me entregar inteiramente a seu novo mundo, me abrir totalmente a você. Não o culpo por ter sido imaturo, mas isso não significa que eu o entenda. Como eu disse, eu era apenas uma criança que precisava de você.
E mesmo depois de tanto tempo, essa duvida ainda me persegue e quem sabe um dia eu não lhe pergunte diretamente ou ao menos consiga falar sobre isso sem derramar uma lagrima, por enquanto em limito a sorrir e fingir que tudo esta bem, mesmo sabendo que meu mundo desmorona, quando vejo que não fiz parte do seu.


Com o passar do tempo fui obrigada a conviver e aceitar uma realidade que sempre me incomodou muito: as pessoas mudam pelos motivos errados.
Não digo que a mudança seja algo ruim, pelo contrario, acho que mudar te ajuda a crescer e enxergar as coisas e o mundo ao seu redor com um novo olhar e uma nova perspectiva. Na verdade o que me incomoda nisso tudo, são as pessoas que insistem em mudar não porque estão crescendo e amadurecendo, mas sim para poder se adaptar a certo grupo ou local. Pessoas que mudam não por elas, mas pelos outros.
Com o tempo a gente acaba aprendendo que por mais que haja interferências dos outros em nossas vidas, somos nós quem as vive. Mudar é natural, mas só é bom quando acontece porque você quer evoluir. Mudanças por pressão não vão te fazer mais legal ou mais aceito, vão apenas fazer você entrar em uma realidade que você nem ao menos pertence, com um sorriso falso no rosto, para agradar pessoas que não se importam.
Quem realmente te ama e se preocupa vai sempre procurar aceitar quem você é, do jeito que é. Ninguém que queira que você mude merece isso. E talvez essa realidade te incomode, mas com o passar dos anos você vai acabar aceitando que essa é a verdade e vendo quanto tempo você perdeu tentando agradar pessoas que nem ao menos queriam isso.
Nunca mude quem você é para agradar os outros, porque no final, ninguém muda para te agradar.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010



  • Ele: você me ama?
  • Ela: sim
  • Ele: Então grita pra todo mundo ouvir.
  • Ela: (sussurro) Eu te amo.
  • Ele: Porque você sussurou?
  • Ela: Porque você é meu Mundo.

*-*



Quer sofrer? Ame pra caralho. Quer chorar? Apaixone-se pra caralho. Quer ser feliz? Mande tudo isso pra puta que pariu.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010




Às vezes devemos apenas aceitar o futuro que nos persegue e ao qual tanto tentamos fugir. Abraçar a pessoa que mais amamos e deixá-la ir para que possa encontrar de alguma maneira a sua própria felicidade.
Talvez seguir em frente nem sempre seja a opção mais fácil, mas sempre será a mais correta; pois não importa quem somos e o que queremos, precisamos sempre seguir nossas vidas sem nos prender a um passado que já não volta mais.
Alguns amores precisam de tempo para aprender que nem sempre um sentimento mantém um relacionamento, às vezes amizades que se mostravam tão fortes e profundas se esvaem de maneira inesperada e nos deixam sem chão, e mesmo depois que tudo volta à normalidade, nos faz falta de maneira inimaginável e pessoas que nunca imaginamos que nos ajudaria são as que ficam ao seu lado te apoiando quando você mais precisa.
Aceitar o que esta a vir e nos manter firmes em nosso caminho às vezes da medo e acaba assustando de maneira tão profunda, que nos faz parar por algum tempo e tentar desviar de alguma maneira. Mas é da natureza humana superar obstáculos, e seguimos em frente em busca de novos desafios.
E quando achamos que a vida já nos mostrou de tudo e nos pregou todas as peças possíveis, ela vem e mostra que ainda há muito para se viver. E aprendemos que podemos nos superar a cada dia mais, deixando o passado finalmente de lado e se jogando de maneira sem volta em um futuro que ainda tem muito a nos oferecer.



































É da natureza humana ser livre, e não importe por quanto tempo você tente ser boazinha, é impossível esconder uma garota má. – Gossip Girl.

Ela sentia o seu corpo pressionado contra o dele e o perfume dele preencher de forma tão doce e ao mesmo tempo quase bruta os seus poros. Sentia suas respirações ofegantes quase em sintonia e um olhar que nunca tinha visto. Com uma mistura de carinho e ao mesmo tempo desejo e malicia.
Ouvia tudo o que lhe era dito ao pé do ouvido e sentia em sua pele o arrepio do toque das mãos dele, sempre tão firme e preciso. Transpirava e sentia os lençóis envolver seus corpos como se fosse um. Esperavam por aquela noite a muito tempo e aquele sentimento de quem ansiou por aquela noite por tantos meses que se passaram parecia colocar um sabor a mais na noite.
Seu cabelo jogado e a forma como a olhava, a fazia se sentir que aquele momento seria sim eterno e que aquela noite seria a primeira de muitas. A lua lá fora colocava no quarto um brilho diferente, mas que mesmo com tanta beleza, não era reparado pelos dois.
Pareciam estar em uma sincronia perfeita, descobrindo no corpo um do outro cada detalhe que poderiam explorar e deixando que os sentimentos que ali estavam conduzissem a noite.
Acordaram no dia seguinte com a luz do sol invadindo o quarto e com os corpos entrelaçados de maneira suave e ao mesmo tempo sensual. O brilho do dia os chamava, mas sabiam que era a luz da noite que eles esperavam. Beijaram-se e acordaram para o dia, deixando a noite passada como uma lembrança que sempre mereceria um flash back. ;)

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Prometo te fazer juras de amor todas as noites e observar as estrelas e seu brilho sentindo apenas o calor que sai do seu corpo. Prometo te dar meus melhores sorrisos e meus beijos mais profundos com uma intensidade nunca antes vista. Prometo dedicar-me cada dia que passar em ser a causa da sua felicidade e a tranqüilidade do seu espírito.
Colocarei-me ao seu lado com alegria e lhe direi palavras de apoio a cada obstáculo que passar, pois passaremos juntos. Abraçarei-te e sentirei que é ao seu abraço que pertenço e que a sua respiração calma ao meu ouvido é a única coisa que eu preciso para ter paz.
Saberei a cada dia que passar que fomos feitos um para o outro e que se eu não for feliz contigo, não serei com mais ninguém. Sentirei a sua transpiração nas noites quentes de verão e serei o corpo que te aquece nas noites frias de inverno. Seremos um e viveremos em plena sintonia.
E a única coisa que eu preciso a única coisa que lhe peço em troca é que me ame como nunca amou antes e que me tenha com carinho.
E eu sei que seremos felizes com a plenitude do nosso relacionamento, pois é assim que está escrito e é assim que tem que ser. 

Sempre esperei por um príncipe encantado, alguém que me levaria daqui para um castelo só nosso e que tornaria todos os meus sonhos realidade. Sonhava com um mundo melhor em que viveríamos apenas nós e o nosso amor, aonde a nossa felicidade transbordasse e os nossos olhares e sorrisos seriam sempre acompanhados de uma promessa verdadeira de amor.
Depois de alguns corações partidos e amores eternos que acabavam em menos de uma semana, percebi que príncipes simplesmente não existem e que a nossa felicidade somos nós que construímos.
Não posso negar que por algum tempo ainda fui atrás dessa vida de fantasias, esperando por príncipes em seus lindos cavalos brancos, mas sempre que a realidade me puxava de volta, eu voltava a procura pela minha felicidade em meu mundo real, com pessoas de verdades e sentimentos de verdade.
Percebi que desde pequenas somos instruídas a esperar por alguém para podermos ser feliz. Que nos fazem acreditar que não conseguimos ser felizes sozinhas e que apenas um príncipe pode completar as nossas vidas. E me dei conta de que a realidade esta muito longe disso.
Não precisamos amar a outros para podermos encontrar a felicidade. Precisamos nos amar, acima de tudo e todos e quando conseguirmos encontra esse amor, o amor-próprio, poderemos finalmente encontrar a nossa felicidade e amar de verdade alguém ou não.
Mas temos antes que nos dar conta de que a única pessoa que precisamos é de nós mesmos e mais ninguém. Pois somos únicos, somo completos, somo especiais e precisamos apenas de um empurrãozinho para saber disso.
E quem escreve os felizes para sempre somos nós. Podemos ser princesas e não precisamos de nenhum príncipe pra isso. 

welcome

quarta-feira, 27 de outubro de 2010


Eu não sei ainda o que ta acontecendo e eu espero com muita sinceridade que seja apenas mais um dos meus delírios bobos e confusões que só eu consigo fazer. Mas é estranha a intensidade ao qual você e tudo a sua volta vem me atingindo.
Depois de todo esse tempo, notar que a sua atenção já não é mais minha, me deixa perdida e saber que todo o carinho que você me dava vem sendo depositado em outra pessoa, me mata por dentro. Justo eu que torci tanto para que tudo desse certo e que vocês ficassem bem, hoje vejo o ciúmes me consumindo e certa dor no peito ao ver vocês juntos.
E quando você vem falando de vocês, eu simplesmente sorrio sentindo cada pedaço meu desmoronar por dentro. Às vezes é apenas confusão de sentimentos, ou às vezes, eu que não notei, que na verdade, quem eu realmente queria, esteve sempre ao meu lado e eu nem percebia.
Hoje em dia me contento em apenas estar lá, com você e por você. Porque acima de tudo eu te quero bem, e feliz, independente de quem esta ao seu lado. Eu só queria que esse meu desconforto passasse. E quem sabe ele até vá passar, e eu veja que foi confusão minha, mas enquanto isso não acontece, eu prefiro ficar aqui, na minha, esperando tudo isso acabar e torcendo pra que no final eu não acabe mal e ainda tenha você ao meu lado.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

"Quando eu tinha 5 anos, minha mãe sempre me disse que a felicidade era a chave para a vida. Quando eu fui para a escola, me perguntaram o que eu queria ser quando crescesse. Eu escrevi ‘feliz’. Eles me disseram que eu não entendi a pergunta, e eu lhes disse que eles não entendiam a vida."


John Lennon
Eu posso olhar pro céu e desejar que o tempo passe mais rápido; posso simplesmente acreditar que você já esta aqui e ao olhar para o lado sentir que isso é verdade. Eu quero a sua presença, eu preciso dela de maneira tão intensa que não consigo mais explicar.
Não sei exatamente em que momento eu me deixei levar de maneira tão profunda, só sei que hoje em dia eu me entrego a você e acredito em suas palavras de maneira tão cega que acabo que esquecendo como as coisas são realmente.
Eu quero apenas poder fechar os olhos e acreditar que no final tudo vai dar certo e saber que isso pode de alguma maneira se tornar realidade. Acredito em um futuro melhor, acredito em um futuro nosso. E a única coisa que eu lhe peço é que acredite também.
Talvez a nossa sintonia já não seja mais a mesma, mas eu sei que ela vai se ajeitar porque é assim que tem que ser, aprendi que eu sou sua e que você nasceu para ser meu. Está escrito e o nosso destino ninguém pode mudar. Apenas volte pra mim e para a nossa historia e deixa o tempo resolver tudo.



você nasceu, porque você vai ser importante para alguém.
Quando me disser um “eu te amo”, por favor, que ele seja verdadeiro, assim como os “juntos para sempre” ou os “conta comigo”.
Não quero amores falsos e promessas fúteis. Quero coisas reais, pessoas reais e juras eternas. Quero saber que o que me diz é sincero e poder te abraçar com um sorriso de quem tem plena certeza disso.
Quero poder te dizer o mesmo e saber que você merece ouvir isso, porque é diferente, porque é especial.
Quero sentir sinceridade em seus olhos e leveza em suas palavras e poder ter certeza de que não há nada mais puro do que o seu coração. Quero te amar e confiar em você. Fazer valer a pena e ver que você tenta fazer também.
Me de as mãos e vem comigo, vamos construir um mundo nosso, sem olhar pra trás.

Porque o que é bonito me encanta, mas o que é sincero, me fascina. - Clarice Lispector

Mesmo negando, havia lá certo arrepio no toque, um brilho no olhar e uma sinceridade que mesmo disfarçada se fazia perceptível. Com o tempo as brincadeiras começaram a se tornar cada dia mais verdadeiras e os sentimentos cada dia mais notáveis.
O que faziam não era o certo e nem o fácil, mas era o que os faziam perder a respiração por alguns segundos. Sabiam que quanto mais proibido ficava mais sentiam a necessidade do outro por perto. Já era quase incontrolável.
Havia saudade, desejo e paixão; havia carinho, respeito e necessidade. Se era mesmo amor já não importava mais, o que importava era o que queriam agora, e o que queriam, era a presença um do outro.
Olharam-se e se beijaram. Um beijo profundo e intenso e partir daquele momento o futuro era incerto e a única certeza que tinham era a de que seria eterno enquanto durasse e intenso enquanto existisse. E era apenas disso que precisavam.

if i just lay here would you lie with me and just forget the world?


O céu estava um azul claro e bem limpo, a grama parecia um tapete de tão verde e o sol brilhava com intensidade. Estavam deitadas e apenas observando tudo ao redor. Conversavam sobre coisas bobas e confidenciavam segredos. Riam alto e sentiam a seriedade em certos assuntos.
Elas sabiam que a conexão que possuíam era maior do que qualquer uma já vista, sabiam que por mais que o tempo passasse e tudo mudasse estariam sempre ali, juntas. Já não era mais questão de amizade, era irmandade, algo tão forte e profundo que nem ao menos elas conseguiam explicar.
Estavam apenas deitadas, esquecendo do mundo e se concentrando apenas nelas e na amizade que tinham. Não precisavam espalhar o mundo aquilo, nem exagerar em declarações, pois sabiam o que era delas e o que tinham.  Se amavam, respeitavam e completavam. Por mais que todos fossem contra e o mundo ao redor gritasse que não, tinham certeza absoluta de que aquilo não se iria nunca, porque é assim que tinha que ser.
Algumas amizades se vão com o tempo, outras se desgastam, mas a delas não se iria e nem desgastaria, porque era delas. Porque era um sentimento profundo e sincero, porque era apenas daquilo que elas precisavam. A certeza de que no final sempre teriam uma a outra.



“É por isso que não conto às pessoas sobre nós. Eles não iriam entender, e não sinto necessidade de explicar, simplesmente porque sei em meu coração como foi real. Quando penso em você, não posso deixar de sorrir, sabendo que você me completa. Eu te amo, não só agora, mas sempre, e sonho com o dia em que você vai me abraçar novamente.” (Querido John)

sexta-feira, 22 de outubro de 2010



Calorias são pequenos vermes inescrupulosos que vivem nos guarda-roupas, e que a noite ficam costurando e apertando as roupas das pessoas. É.




Eu quero alcançar o céu, quero poder ir o mais alto que eu puder. Quero poder alcançar as nuvens e se algum dia eu cair, eu sei que por mais que eu me machuque, eu passarei por aquilo. Eu quero poder dizer com um sorriso no rosto e com satisfação de que eu consegui me superar e de que eu dei o melhor de mim.
Quero que a minha vida seja sempre uma luta ao alcance do céu e que por mais que eu caia, eu sempre possa me reerguer, cada vez mais forte pra poder ir atrás dos meus sonhos novamente


“Se uma dama diz não, ela quer dizer talvez; se ela diz talvez, ela quer dizer sim; se ela diz sim, então ela não é uma dama.”
Percebo o quanto as pessoas hoje em dia já não sabem admirar do jeito necessário um lindo pôr-do-sol, ou ao menos simplesmente sentar em algum lugar e deitar para observar o céu. O mundo globalizado nos tornou pessoas cada vez mais frias e superficiais.
Já não se sabe mais o sabor da fruta retirada direto do pé ou a sensação de ter o vento acariciando os seus cabelos e o sol abraçando sua pele.
As pessoas já não vivem mais, existem. E isso me assusta pelo modo que vem crescendo o numero de pessoas assim e como a cada dia mais elas acham isso tão banal.
 Viva, não apenas exista. Sinta e desfrute de tudo o que a natureza e o mundo ao seu redor pode lhe proporcionar. Dance, brinque, tome banho de chuva e depois observe o arco-íris e acima de tudo, seja feliz. 
Ele a abraçou. Sentia sua lagrimas caindo e tentava dizer coisas que talvez a acalmasse. Não conseguia. Sabia que o fim a machucaria muito, mas já não conseguia suportar a pressão.
Falava constantemente:

- O problema não é você, sou eu.

E parecia que quanto mais ele dizia isso, mais ela chorava. Ela não conseguia entender como o fim havia chegado, em que parte eles haviam perdido o amor construído e em que parte deixou as brigas fazerem parte de suas vidas.
Sabia que era o melhor pra eles, mas não sabia que era tão difícil aceitar o fim. Ele a abraçava cada vez mais forte e doía saber que já não estariam mais juntos compartilhando sonhos e dividindo suas vidas, mas sabiam que depois que a dor passasse, ia conseguir seguir em frente.
Se amavam, mas não mais como antes, o desejo havia diminuído e o respeito parecia se esvair.
Soltaram-se e em um gesto de despedida deram apenas um beijo, um ultimo beijo.
Era o fim, sabiam que daquele momento em diante seria difícil, mas sabiam que logo começariam uma nova fase em suas vidas.
Ela se foi, ele ficou. Em cada um havia a presença da dor da perda, mas a certeza de que foi melhor assim. Uma despedida é sempre dolorosa, mas sempre marcada com a certeza do começo de um futuro melhor. Seria assim pra eles, é assim pra todos.
As lagrimas se secariam e as ferida se fechariam um dia.

the notebook



Ela sentia o desejo aumentar, não era um desejo carnal, era de alguma forma carinhosa e gentil. Queria estar lá, deitada ao lado dele, apenas conversando coisas sérias ou banais, poder observar o movimento de seus lábios enquanto sussurrava palavras doces e rápidas. Ele estava lá, deitado, mas a única coisa que fazia era dormir, ela o observava.  Seus olhos escuros e intensos sempre a intrigaram muito e seu rosto de certa forma a chamava atenção.
Pensava em como seria perfeito se ele também a amasse do mesmo jeito, mas sabia que de manha ele iria embora e que o sonho acabaria. Não sabia por que ainda se sujeitava aquilo, mas sabia que seus sentimentos se confundiam ao ouvir a voz dele e que por mais que sua mente dissesse não, seu coração implorava e seu corpo gritava sim.
Ele a atraia de uma forma nunca antes vista e ela se sentia tão presa aquilo que já não se incomodava mais em se preocupar.
Sabia que por mais que ele fosse embora, alguma hora ele sempre voltava e isso a acalmava.
Queria que aquela situação mudasse, desejou isso profundamente, mas ela não mudou e única coisa que a restava fazer era o observar dormir, sonhando com um futuro incerto que nunca chegava e esperando que um dia ele realmente a notasse como desejava.

Pensando bem, em tudo o que a gente vê, e vivencia, e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente. Existe uma pessoa, que se você for parar pra pensar, é na verdade, a pessoa errada. Porque a pessoa certa faz tudo certinho: chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas. Mas nem sempre precisamos das coisas certas. Aí é a hora de procurar a pessoa errada. A pessoa errada te faz perder a cabeça, fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor. A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar, que é para na hora que vocês se encontrarem a entrega seja muito mais verdadeira. A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa. Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lagrimas, essa pessoa vai tirar seu sono, mas vai te dar em troca uma inesquecível noite de amor. Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar toda a vida esperando você. A pessoa errada tem que aparecer para todo mundo, porque a vida não é certa, nada aqui é certo. O certo mesmo é que temos que viver cada momento, cada segundo amando, sorrindo, chorando, pensando, agindo, querendo e conseguindo. Só assim, é possível chegar aquele momento do dia em que a gente diz: “Graças a Deus, deu tudo certo!”, quando na verdade, tudo o que Ele quer, é que a gente encontre a pessoa errada, para que as coisas comecem a realmente funcionar direito prá gente.


- Luis Fernando Verissimo


Me deixa deitar em seu colo e apenas fechar os olhos. Sentir seu perfume e me lembrar de como eu fico feliz ao seu lado. Me deixa beijar sua boca e lembrar o quanto você me faz bem.
Eu irei olhar nos seus olhos e desvendar mistérios. Olhar intensamente e procurar todas as respostas para as minhas perguntas e saber que com você eu sempre serei completa.
Eu vou dormir do seu lado e acordar com o seu sorriso, porque com você é o meu lugar e o meu coração já é inteiro seu. Vou te abraçar e notar que quando estou com você me sinto tão protegida que poderia passar o resto da vida assim, apenas sentindo seu corpo contra o meu.
Quero ouvir sua voz me dizendo tudo o que eu sempre quis ouvir e então te beijar e abrir um sorriso, e tentar sempre te fazer a pessoa mais realizada do mundo.
Deixa eu fazer parte do seu mundo,eu ser o motivo dos seus sonhos e a imagem em sua mente e deixa eu saber que sou sua e só sua.
Me da às mãos e acredite que podemos fazer um mundo nosso, porque com você do meu lado, eu não preciso de mais nada para ser feliz.